• Portal Vale dos Pireneus

Retorno das aulas presenciais em Goiás é adiada para setembro

o comitê entendeu que devido ao grande número de casos confirmados e mortes por coronavírus no estado, não é seguro retomar as atividades presenciais em agosto.



De acordo com as recomendações do Comitê de Operações de Emergência (COE), órgão responsável pela avaliação da epidemiologia do coronavírus no estado, a previsão de retomada das atividades presenciais em escolas públicas e privadas de Goiás foi adiada de agosto para setembro.


A reunião do COE que ocorreu ontem (22), informou que não há proibição das escolas realizarem atividades administrativas presenciais, desde que, seguindo os protocolos de segurança da saúde e o uso de máscaras.


As recomendações do COE devem ser aceitas por representantes de instituições de ensino de Goiás. A Secretaria Estadual de Educação informa que o retorno dos alunos à sala de aula depende da decisão das autoridades de saúde.


Uma nova reunião do COE está agendada para 15 de agosto para reavaliar a possibilidade de retornar em setembro. O grupo continua analisando um documento com protocolos a serem seguidos quando a retomada das aulas presenciais forem autorizadas.


Retorno das Atividades

O documento em análise propõe, entre várias normas, o retorno às atividades nas instituições de forma gradual, começando por 25% da quantidade de alunos, para garantir a consolidação de todo o protocolo.


Também é recomendável que as escolas planejem atividades ao ar livre sempre que possível e de acordo com o plano de ensino de cada instituição, e priorizem em áreas mais arejadas da instituição.


Além de, limitar o número máximo de alunos em sala obedecendo o distanciamento de 1,5 metro entre eles e demarcando no chão o local de cada carteira, o distanciamento entre pessoas em qualquer ambiente da instituição deve ser de no mínimo 1,5 metro, evitar que alunos de uma turma tenham contato com alunos de outras turmas modificando horário de acesso, saída e recreios, escalonamento de horários de chegada e saída de acordo com a realidade de atendimento de cada escola objetivando evitar aglomerações na recepção e saída dos alunos e utilizando, quando existirem, múltiplas entradas/saídas, aferir com termômetro infravermelho a entrada de funcionários colaboradores, alunos e visitantes, não permitir acesso à unidade de pessoas sem máscaras ou com uso inadequado das mesmas e se for confirmado caso de Covid-19, as aulas serão suspensas de dois a cinco dias.




SIGA A GENTE EM NOSSO INSTAGRAM:

@portalvaledospireneus




Quer ser um parceiro do nosso portal?

entre em contato conosco via e-mail:

portalvaledospireneus@gmail.com





147 visualizações0 comentário