• Portal Vale dos Pireneus

Goiás bate Atlético-Go em clássico e tem a 1º vitória no brasileirão

Com o resultado, sob o comando do provisório Glauber Ramos (Glauber Ramos), o Goiás finalmente se destacou na competição e somou 4 pontos



Com o atacante Rafael Moura de volta, liberado após fazer tratamento com corticoide no combate à Covid-19, o Goiás teve mais presença ofensiva e levou a melhor no clássico frente ao Atlético Goianiense pelo placar de 2 x 0, em partida realizada neste sábado, no estádio da Serrinha, em Goiânia, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.


Com o resultado, o Goiás emplacou sua primeira vitória no Brasileirão e conseguiu deixar a zona de rebaixamento, ocupando a 16ª colocação, enquanto o Dragão amargou sua segunda derrota em sequência.


Além da primeira vitória no Brasileirão, o Goiás quebrou um tabu de quatro jogos sem vencer o rival, todos com vitória do atlético, e aumentou o retrospecto geral. São agora 118 vitórias esmeraldinas contra 101 do dragão, além de 80 empates.


O Goiás começou o jogo apertando o rival em seu campo de ataque até abrir o placar com Daniel Bessa aos 20 minutos do primeiro tempo. O ritmo da equipe diminuiu com a saída de Sandro, que precisou deixar o jogo após receber atendimento médico.


No segundo tempo, o Esmeraldino conseguiu manter o jogo equilibrado e com uma defesa fechada, desarmou todas as tentativas de empate do Dragão. Com um segundo gol nos acréscimos do segundo tempo, o time da casa cravou sua vitória no clássico.


Apesar de ter a maior posse de bola, o Dragão não conseguiu acertar os passes no início do jogo e foi de um erro de Everton Felipe que saiu o gol do rival. No entanto, a partir dos 30 minutos do primeiro tempo, o time visitante começou a criar chances de gol e passou a dominar a partida.


Na volta do intervalo, o Atlético-GO viu seu rival crescer novamente e equilibrar as jogadas, precisando recuar um pouco mais para evitar o segundo gol. A entrada de Matheuzinho e Júnior Brandão deu maior ritmo para a equipe, mas não foi suficiente para conseguir criar jogadas capazes de mudar o placar, que teve a diferença aumentada nos acréscimos do segundo tempo.


Fonte: Mega Fut



Ficha Técnica

Data e horário: 22/08/2020, sábado, às 21h

Local: Estádio da Serrinha, Goiânia (GO)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio Auxiliares: Fabrício Vilarinho, Bruno Pires e Breno Souza

VAR: Eduardo Tomaz

Cartões amarelos: Sandro, Ratinho, Daniel Oliveira e Victor Andrade (Goiás); Gilvan e Moacir (Atlético-GO)

Gols: Daniel Bessa e Victor Andrade (Goiás)


GOIÁS: Tadeu; Pintado, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson; Sandro (Ratinho), Gilberto (Daniel Oliveira) e Daniel Bessa (Miguel Figueira); Keko (Victor Andrade), Rafael Moura e Douglas Baggio (Mike). Técnico: Glauber Ramos.


ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu (Moacir), Éder, Gilvan (Oliveira) e Nicolas; Edson, Marlon Freitas (Matheus Frizzo), Gustavo Ferrareis, Everton Felipe (Júnior Brandão) e Jorginho; Hyuri (Matheuzinho). Técnico: Vagner Mancini.





64 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo